Carregando ...
NOTICIAS

BRUNO MARS, KENDRIK LAMAR E ED SHEERAN BRILHARAM NO PRÊMIO DE MÚSICA GRAMMY 2018

Bruno Mars é o grande vencedor com 6 prêmios do grammy 2018

O Grammy, maior premiação da música, presentiou o cantor havaiano Bruno Mars neste domingo, em cerimônia no Madison Square Garden, em Nova York, Bruno Mars ganhou em todas as categorias que concorria e levou seis prêmios (Disco do Ano, Música do Ano, Gravação do Ano, Performance R&B, Música R&B e Álbum R&B), inclusive o álbum “24k magic”, de Mars, ainda levou na categoria Melhor Engenharia de Som, prêmio para a equipe técnica que produziu e masterizou o disco. Mars ganhou em seis categorias, incluindo a música do ano por seu hit “That’s What I Like”, e tanto gravação quanto álbum do ano com “24K Magic”.

Essas músicas foram escritas com nada além de alegria, amor, e isso foi tudo que eu quis trazer com esse álbum, ver todo mundo dançando”, disse Mars, de 32 anos. Ele também homenageou seus competidores na categoria de álbum do ano –Jay-Z, Kendrick Lamar, Childish Gambino e Lorde– dizendo: “Obrigado, pessoal, por abençoar o mundo com suas músicas”. A vitória de Mars impediu que Lamar e Jay-Z se tornassem os primeiros artistas de hip-hop em 14 anos a levar para casa o disputado prêmio de álbum do ano.

 


 

 

 

Kendrick Lamar produziu a trilha sonora de Pantera Negra

 

 

O rapper Lamar de 30 anos, visto como um dos artístas da música mais inovadores de sua geração levou pra casa cinco prêmios, mais é claro na sua categoria de Rap por seu trabalho no seu album DAMN e o single HUMBLE. A estreia de Pantera Negra, o novo filme da Marvel sobre o super-herói com o mesmo nome, está marcada para o próximo dia 15. Uma semana antes, será editada a sua banda-sonora, produzida e curada por Kendrick Lamar. O rapper não só criou música nova para o filme, como ainda se fez rodear por uma série de nomes de luxo: Travis Scott, The Weeknd, Anderson .Paak, Khalid, SZA e James Blake irão, todos eles, colaborar na banda-sonora. Esta semana, e já depois de ter mostrado dois dos temas presentes no álbum (“All the Stars” e “King’s Dead”), Kendrick Lamar divulgou o alinhamento do álbum, que conterá ao todo com 14 canções. Veja aqui:

01. Kendrick Lamar – “Black Panther”
02. Kendrick Lamar and SZA – “All the Stars”
03. ScHoolboy Q, 2 Chainz, and Saudi – “X”
04. Khalid and Swae Lee – “The Ways”
05. Vince Staples and Yugen Blakrok – “Opps”
06. Jorja Smith – “I Am”
07. SOB X RBE – “Paramedic!”
08. Ab-Soul, Anderson .Paak, and James Blake – “Bloody Waters”
09. Jay Rock, Kendrick Lamar, Future, and James Blake – “King’s Dead”
10. “Redemption (Interlude)”
11. Zacari and Babes Wodumo – Redemption
12. Mozzy, Sjava, and Reason – “Seasons”
13. Kendrick Lamar and Travis Scott – “Big Shot”
14. The Weeknd and Kendrick Lamar – “Pray For Me”

 


Ed Sheeran arrasa novamente

Ed Sheeran sabe tocar os corações de seus fãs e a música “Shape of You” foi um dos maiores sucessos de 2017, com mais de 3 bilhões de reproduções no YouTube e ficando no topo de mais ouvidas do Spotify. Não seria novidade se o cantor levasse algum Grammy para casa em 2018. Contudo, parece que o reconhecimento não foi prestigiado por todos. Algumas pessoas, inclusive, acharam que a decisão de dar o prêmio “Melhor Performance Pop Solo” ao cantor foi uma injustiça. Indicado ao lado de P!NK, Lady Gaga, Kesha e Kelly Clarkson, Ed foi o único homem na categoria. A People relatou que houve muitas pessoas no evento achando a indicação meio controversa. Mas isso não foi nada comparada as críticas que Sheeran recebeu na internet, especialmente no Twitter. Muitas pessoas sentiram que a vitória de Ed resumia a “indústria da música em poucas palavras” e afirmaram que a premiação foi marcada pela falta de originalidade.

 


 

 

O produtor Greg Kurstin junta forças com os Foo Fighters

O premiado Produtor do Ano do ano foi para Greg Kurstin, por seu trabalho com Beck, ZAYN com Sia, Kendrick Lamar com Zacari, Halsey com Lauren Jauregui, Liam Gallagher e Foo Fighters pelo seu álbum Concrete and Gold, que inclui o Grammy-vencedor da Melhor Música Rock, “Run”.

Kurstin trouxe a banda para EastWest Studios (Hollywood “Nós tínhamos uma idéia de criar um monte de diferentes tipos de kits de bateria, todos bem apertados – alguns grandes e abertos e alguns apertados”, ele diz. “Darrel trouxe o SPL Kuwltube e Overstayer NT-02a, que soou ótimo na bateria “, diz Kurstin.” Fiquei concentrado em assustar os sons, então trouxe o eco espacial Roland RE-201, Mutron Bi-phase e um flanger A / DA, que foram usados muito. Eles também têm esse grande “60s fuzz / wah-kind como um Shin-ei, mas parece diferente. Não tenho certeza do que é a marca, mas é gnarly.
“Eu acho que o som geral vem do som de guitarra / bateria grande e bruto da banda”, continua Kurstin. “O jogo de Taylor [Hawkins, baterista] é realmente poderoso e nós queremos ter certeza de que sempre tivemos o kit certo e o snare. O tambor mike é mais do lado mínimo. Eu estava fazendo o meu melhor para assustar sons com pedais ou usando a câmara EastWest em vocais e guitarras. A maneira de Darrel de misturar tudo juntos parece enorme. Juntos, desembarcamos nesse som particular. ”

O impacto de Kurstin também pode ser ouvido nos vocais de Grohl. “Muitas vezes usávamos um Neumann U47 para Dave e, às vezes, misturamos um microfone barato que veio com este gravador de fita bobina-a-roda dos anos 70”, explica o produtor. “Tudo o que você ouve, o reverbero é da câmara de EastWest”.

Produtor: Greg Kurstin. Engenheiros: Brendan Dekora, Samon Rajabnik, Julian Burg, Alex Pasco e Darrell Thorp. Dominando: Thorp e David Ives.

Prêmios: Produtor do Ano, Greg Kurstin. Canção do Melhor Rock: “Run”.

fonte: emusician, metro e g1

 

Deixe um comentário